O Fórum repudia com veemência a venda da Refinaria Landulpho Alves ao fundo dos Emirados Árabes Mubadala. Trata-se de um atentado à soberania nacional, na medida em que transfere para uma nação estrangeira um equipamento que é estratégico para o desenvolvimento do Brasil

O Fundo Mubadala defende, seguramente, os objetivos estratégicos da nação que o constitui. Tal grupo, inclusive, é concorrente da Petrobrás no mercado global do petróleo. Ou seja, teremos dentro do Brasil uma estrutura de produção que disputa mercado global com a Petrobrás.

A venda da refinaria traz graves consequências também ao povo brasileiro, pois permitirá ao fundo soberano deter o monopólio regional de derivados com sérios prejuízos ao Brasil e à Bahia. Como consequência, teremos ainda mais elevação dos preços dos derivados de petróleo.

A privatização da RLAM é mais um ataque à economia porque também corrobora com a política de preços dos derivados, praticada desde 2016. Essa política é a responsável pela disparada dos preços dos combustíveis, do gás de cozinha e pela volta da inflação.

Além de todas as mazelas já mencionadas, o Fórum Baiano em Defesa da Petrobrás denuncia também que a venda deste patrimônio do povo brasileiro foi feita por um terço do valor que é praticado mundialmente nas negociações de outras refinarias.

A bandeira de luta, agora, é a renacionalização da RLAM, com a maior brevidade possível. Toda sociedade, as lideranças e organizações de pensamento não colonizado, aqueles que são realmente nacionalistas precisam, juntos, somar esforços para anular essa aberração cometida pelo atual desgoverno que está dilapidando o Brasil.

É preciso, ainda, retomarmos a operação exclusiva da Petrobrás sobre o pré-sal, e exigir o fim definitivo da política de Preço por Paridade Internacional (PPI), pelo bem do povo brasileiro, da Bahia e pela soberania nacional.

O desmonte da Petrobrás é crime de lesa-pátria!

Leia o artigo – Quanto vale uma Refinaria de Petróleo, por Marival Matos

https://aepetba.org.br/v1/2021/05/03/quanto-vale-uma-refinaria-de-petroleo/

Fórum Baiano em Defesa da Petrobrás

Confira as fotos do Ato.