A capital gaúcha sediará o Fórum Social Mundial Justiça e Democracia e Fórum Social das Resistências, com o objetivo de discutir temas importantes para a nossa sociedade. O ex-presidente Lula participará da mesa de abertura do Fórum Social Mundial.

Com o tema Justiça e Democracia, Porto Alegre receberá o Fórum Social Mundial 2022, que será realizado entre os dias 26 e 31 de janeiro. Será um fórum temático sobre democracia nos sistemas de Justiça. Integram a iniciativa mais de 160 movimentos e organizações de diversos segmentos da sociedade brasileira e internacional.

O Fórum Social Mundial Justiça e Democracia (FSMJD), que organiza o evento, é fruto da união de diversas entidades progressistas formadas por integrantes do Sistema de Justiça: Associação Brasileira dos Juristas pela Democracia (ABJD), Coletivo Por Um Ministério Público Transformador (Transforma MP), Associação Juízes para a Democracia (AJD), Associação Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia (APD), Coletivo Defensoras e Defensores Públicos pela Democracia e Movimento Policiais Antifascismo.

Todas essas organizações se uniram para combater os ataques ao estado democrático de direito no Brasil, na América Latina e em outras partes do mundo. Ou seja, por meio de uma cidadania ativa, organizada e mobilizada, estancar as violações de direitos e construir uma nova sociedade, socialmente justa e ambientalmente sustentável.

O evento acontecerá presencialmente na capital gaúcha e se insere entre as atividades preparatórias para o Fórum Social Mundial 2022, que será realizado no México.

O Fórum e convidados especiais

Serão realizados atividades e debates autogestionadas no âmbito de cinco eixos temáticos. Capitalismo, desigualdades, relações sociais, mundos do trabalho e sistemas democráticos de Justiça; Democracia, Arquitetura do Sistema de Justiça e as forças sociais; Sistema de Justiça, Democracia e Direitos de grupos vulnerabilizados; Democracia, comunicação, tecnologias e Sistema de Justiça. E por último, Perspectiva transformadora do sistema de justiça e a centralidade da cultura nesse processo.

No evento, terão as presenças de especialistas sobre os assuntos, como a advogada e militante indígena, Fernanda Kaingáng; da advogada Marinete da Silva, mãe da vereadora assassinada, Marielle Franco; do jornalista Luis Nassif, vítima de assédio judicial; e de Ana Paula Oliveira, integrante do movimento Mãe de Manguinhos, que reúne familiares vítimas de violência policial no Rio de Janeiro.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também confirmou sua participação na mesa de abertura. Além dele, o professor Boaventura de Sousa Santos, o juiz criminal Rubens Casara, a ativista feminista francesa Jules Falquet, o pastor Henrique Vieira e o ativista membro da Coordenação Nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, também estarão presentes.

Como garantir a presença no evento?

Os interessados em participar do evento, devem acessar o site do FSMJD e ir na seção “inscrições”, escolhendo a opção que desejar e observando as taxas de inscrição.

Link: https://fsmjd.org/

Fórum Social das Resistências

Também nos mesmos dias do Fórum Social Mundial, haverá na capital gaúcha o Fórum Social das Resistências, que é um evento iniciado em 2017 e se insere no calendário de mobilizações e encontros do Fórum Social Mundial. Os eventos serão realizados na modalidade presencial e virtual. Nas atividades presenciais serão garantidos todos os protocolos de proteção e prevenção da Covid-19.

Estão confirmadas, entre outras, as seguintes participações: Boaventura de Sousa Santos, Luiz Inácio Lula da Silva, Sônia Guajajara, Oded Grajew, Cândido Grzbowski, Raquel Rolnik, Olívio Dutra, Chico Whitaker, Frei Beto, Márcio Pochmann, Preta Ferreira, Tarso Genro e Anielle Franco.

De acordo com os organizadores, o objetivo do Fórum é “criar um espaço de articulação, divulgação e ampliação de todas as formas de resistências criadas pelos movimentos culturais, ambientais, políticos e sociais no Brasil e na América Latina”. A abertura de inscrições para participantes e para atividades pode ser realizada pelo site do evento – https://www.forumsocialdasresistencias.org.br/