Compartilhe

 

Nesta quinta-feira, 29 de junho, às 10h, a Petrobrás realizou uma live para passar as orientações necessárias para a reocupação da sede administrativa no Torre Pituba, no Itaigara, em Salvador. Participaram quase 300 empregados da reunião virtual que contou com a presença do Compartilhado, da gestão de efetivo, das gerências da saúde e segurança da empresa.

Segundo a Petrobrás, os trabalhadores vão acessar o edifício no dia 3 de julho, mas irão começar a trabalhar no dia seguinte em regime de coworking, ou seja, com reserva de estação de trabalho. Por enquanto, apenas os trabalhadores do administrativo, que estavam lotados no Edifício Suarez Trade, e em Taquipe, que não precisam estar em base operacional, vão retornar em um primeiro momento. Para isso, a empresa vai ocupar apenas dois pavimentos dos 22 do Torre Pituba.

Durante a Live, os empregados questionaram os representantes da empresa sobre a situação dos transferidos involuntariamente e em bate/volta. Infelizmente, ficaram muitas dúvidas devido à falta de clareza da empresa e de definição de prazos para a solução do problema dos colegas transferidos.

As imprecisões da empresa tiveram impacto negativo entre os trabalhadores. Comentários depois da reunião diziam que a live só piorou a angústia em relação à situação deles e que a esperança por uma solução “já era”.

Persistente na luta pelo fim das transferências involuntárias e dos bate-voltas, os petroleiros e as petroleiras que participaram da live usaram as hashtags do tuitaço, que reivindicava a volta dos colegas transferidos, para cobrar solução imediata da empresa. No tuitaço foram marcados o presidente da empresa, Jean Paul Prates, e outros diretores executivos.

Os trabalhadores (as), que já têm lugar garantido na sede, demonstraram apoio aos transferidos e em bate/volta e pedem solução imediata para amenizar o sofrimento desses colegas que não estão autorizados para retornar ao Torre Pituba.

Fechado desde 2019, quatro anos depois, o Torre Pituba será reocupado pelos petroleiros e pelas petroleiras autorizados na segunda-feira, mas a solenidade de abertura, com a presença do presidente Patres, foi remarcada para o dia 24 de julho.

 

#QueroVoltarPraCasa

#SOSTransferidos

#SaúdeMental

#QuemTemFamiliaTemPressa


Compartilhe